PÁGINA INICIAL | ALDEMARIO | CONTEÚDOS | PESQUISA NO SITE | CONTATO




ALDEMARIO



Nascido no dia 30 de abril de 1966 na cidade de Maceió (AL), Aldemario Araujo Castro é mestre em Direito, advogado, servidor público federal, professor universitário e um dos fundadores do PSOL. Filho de Audemaro Araujo Silva e Janice Araujo Castro, Aldemario tem três filhos: Amanda, Carolina e Gabriel. Ao unir-se à Luciana Hoff, Aldemario ganhou duas enteadas: Catarina e Victoria.

Formou-se em Direito pela Universidade Federal de Alagoas (UFAL) e conquistou o título de mestre em Direito pela Universidade Católica de Brasília. (UCB). Atualmente é procurador da Fazenda Nacional, exercendo a função de editor da Revista da Procuradoria-Geral da Fazenda Nacional (PGFN), desde 2011. É professor da Universidade Católica de Brasília (UCB) e Diretor da Associação Nacional dos Advogados Públicos Federais (ANAFE).

Autor de mais de 200 trabalhos escritos entre textos, artigos e livros, Aldemário Araújo foi expositor em mais de 100 palestras, conferências, congressos, cursos e debates. Foi condecorado com a Medalha do Pacificador, pelo Exército Brasileiro.

Concorreu ao cargo de Senador pelo PSOL/DF em 2014. Obteve 20.697 votos e terminou a eleição em quinto lugar entre oito candidatos.


CURRÍCULO RESUMIDO



I. DADOS PESSOAIS

Nome: Aldemario Araujo Castro

Pai: Audemaro Araujo Silva

Mãe: Janice Araujo Castro

Companheira: Luciana Hoff

Filhos:

Amanda Feitosa Castro

Carolina Araujo Castro Feitosa

Gabriel Araujo Castro Feitosa

Enteadas:

Catarina Hoff Vieira

Victoria Hoff Corrêa

Data de nascimento: 30 de abril de 1966

Local de nascimento: Maceió, Alagoas

II. ATIVIDADES ATUAIS

Procurador da Fazenda Nacional (desde junho/1993)

Professor da Universidade Católica de Brasília – UCB (desde fevereiro/2001)

Diretor da Associação Nacional dos Advogados Públicos Federais - ANAFE (desde fevereiro/2016)

Editor da Revista da Procuradoria-Geral da Fazenda Nacional – PGFN (desde 2011)

III. ATIVIDADES ANTERIORES

Advogado-Geral da União (Interino, de 2 a 7/janeiro/2008)

Corregedor-Geral da Advocacia da União (de abril/2007 a outubro/2009)

Procurador-Geral Adjunto da Fazenda Nacional (de abril a outubro/2003)

Coordenador-Geral da Dívida Ativa da União da Procuradoria-Geral da Fazenda Nacional do Ministério da Fazenda (de abril/1999 a fevereiro/2001)

Presidente da Comissão Nacional de Advocacia Pública do Conselho Federal da Ordem dos Advogados do Brasil – OAB (de março/2013 a fevereiro/2014)

Coordenador do Curso de Especialização (a distância) em Direito do Estado da Universidade Católica de Brasília Virtual – UCB Virtual (2006 a 2008)

Membro do Conselho Superior da Advocacia-Geral da União (de abril/2002 a abril/2004 e de abril/2007 a outubro/2009)

Vice-Presidente do Conselho de Administração da Fundação Assistencial dos Servidores do Ministério da Fazenda – ASSEFAZ (1998/2003)

Procurador-Chefe da Fazenda Nacional em Alagoas (de fevereiro/1994 a maio/1998)

Presidente do Sindicato Nacional dos Procuradores da Fazenda Nacional – SINPROFAZ (de julho/2004 a junho/2005)

Diretor do Sindicato Nacional dos Procuradores da Fazenda Nacional – SINPROFAZ (2001/2003)

Conselheiro Federal da Ordem dos Advogados do Brasil – OAB (2013/2015)

IV. TÍTULOS ACADÊMICOS

Bacharel em Direito pela Universidade Federal de Alagoas – UFAL

Mestre em Direito pela Universidade Católica de Brasília – UCB

V. CONDECORAÇÕES

Medalha do Pacificador (Exército Brasileiro)

VI. EXPOSITOR

Expositor em mais de 100 (cem) palestras, conferências, congressos, cursos, debates e congêneres

VII. AUTOR

Autor de mais de 200 trabalhos escritos entre textos, artigos, capítulos de livros e livros

VIII. PRESENÇA NA INTERNET

Site (ativo desde novembro/1997): http://www.aldemario.adv.br

E-mail: aldemario@aldemario.adv.br

Facebook: http://www.facebook.com/aldemario.araujo

Youtube: http://www.youtube.com/aldemariosenador500


CURIOSIDADE: OUTROS "ALDEMARIOS"



Livro: Curso de Direito Constitucional. Autores: Gilmar Ferreira Mendes, Inocêncio Mártires Coelho e Paulo Gustavo Gonet Branco. Editora Saraiva e IDP (Instituto Brasiliense de Direito Público). 5a. Edição. 2010. Pág. 1.567 (Referências bibliográficas).





A obra em questão, elaborada pelo constitucionalista do início do século XX, Aldemário Araújo Castro, trata da primeira Constituição brasileira influenciada pelas idéias do chamado "Estado Social". Nesse sentido, pela primeira vez o texto constitucional contempla disposições sobre a ordem social e econômica. O autor sintonizado com essas profundas mudanças políticas, econômicas e jurídicas, afirma: "No titulo - Da ordem economica e social - destacam-se pela sua relevancia as medidas que visam a protecção do operario. Urge que taes medidas tenham perfeita execução, principalmente a que diz respeito á fixação do salario minimo, afim de evitar que, em muitos casos, continue o contraste desolador entre a opulencia do patrão e a miseria do operario." (pág. VI).